2 – Oposição do Santos expulsa grupo de chineses que tentava votar em Modesto

0
20

SAMIR CARVALHO
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Um grupo de cerca de 10 chineses chegou a entrar na fila para votar em Modesto Roma Júnior na eleição presidencial do Santos, mas a oposição impediu que isso ocorresse. O caso aconteceu em São Paulo, na sede da Federação Paulista de Futebol. O vídeo acima está circulando em grupos de Whatsapp e foi divulgado pelos candidatos.
“Nós vamos investigar, vencendo ou não a eleição. Tinha de 8 a 10 chineses na fila pra votar. Eles foram apertados por todas as chapas de oposição e responderam: vou votar no amarelo, meu patrão mandou votar”, relatou José Carlos Peres, um dos candidatos no pleito.
A eleição é formada por quatro chapas diferentes: além das duas representadas por Peres e Modesto, que é o atual presidente, também concorrem ao cargo Nabil Khaznadar e Andres Rueda. A acusação é de que os votos dos chineses teriam sido comprados.
Os problemas não param por aí. “Tivemos um problema na urna 5, demorando uma hora e meia para voltar. Muita gente indo embora. A pessoa do bem abandona por ficar irritado”, disse Nabil, que promete entrar com liminar se Modesto vencer a eleição com base nos votos das urnas 9 e 10.
As duas urnas são polêmicas e estão sob suspeita por serem formadas pelos sócios mais recentes do clube. A longa fila exige que os sócios destas urnas esperem por mais de 5 horas, e alguns já desistiram de votar.
A situação alega que membros da oposição estariam tirando pessoas da fila à força. Segundo eles, estão pedindo para os sócios recitarem a escalação do time santista para provarem que são torcedores de verdade.
Neste sábado (9), o Santos elege o presidente que comandará o clube na gestão de 2018 a 2020. O pleito acontece simultaneamente na FPF, em São Paulo, e na Vila Belmiro, em Santos.

Fonte: FolhaPress

Compartilhar