Advogada de Roger fala com exclusividade para Rede Notícia

0
4461
» Jaqueline Cazoti falou ontem para a TV Notícia

Na tarde desta quarta-feira, 21, a advogada de Roger Bermudes Pansieri, Jaqueline Cazoti, concedeu uma entrevista exclusiva à Rede Notícia.
Ela ressaltou a importância do Habeas Corpus concedido ao seu cliente, que culminou, também, na redução do valor da fiança. “Foi concedido ao Roger, o direito de responder o processo em liberdade, mediante uma ordem de Habeas Corpus, que conseguimos no Tribunal de Justiça, que reduziu em 50% a fiança que havia sido arbitrada em primeiro grau pelo juízo da 2ª Vara Criminal. Com isso, mediante à série de medidas cautelares que agora, ele tem que cumprir, para que essa liberdade provisória seja mantida, ele consegue o direito de responder a todo o processo em liberdade, acompanhar todos os tramites processuais em liberdade, até que sobrevenha uma decisão da justiça”, disse Jaqueline.
Ainda de acordo com ela, a defesa irá trabalhar na tentativa de desclassificar o artigo em que Roger foi enquadrado. “O atropelamento, de fato, aconteceu. A defesa, basicamente, vai trabalhar no sentido de desclassificar a tentativa de homicídio qualificado, que ele se encontra denunciado, para lesão corporal culposa na direção de veículo automotor, uma vez que em momento algum, tanto uma vítima, como a outra, não tiveram fraturas expostas, somente escoriações. Então, a defesa vai trabalhar nesse sentido, num afano objetivo, de que seja aplicado a pena justa. Nada a mais, nem a menos. Vamos em cima do que realmente aconteceu”.
Jaqueline Cazoti ainda ressaltou que, dentro da preocupação de Roger e seus familiares com o prejuízo causado ao casal, ela irá requerer, por escrito, tudo o que as vítimas gastaram e deixaram de ganhar, para ressarcimento. “Dentro das medidas cautelares que foram afixadas para o Roger, a justiça determinou que ele se mantivesse afastado das vítimas. Portanto, ele não pode procurá-las em hipótese alguma, não pode manter contato pessoal, nem por telefone ou por qualquer meio eletrônico. No entanto, como a intenção do Roger, da sua defesa e dos seus familiares, é saber quais prejuízos as vítimas apresentaram, quando da apresentação da sua defesa no processo criminal, nós vamos requerer que a própria justiça intime as vítimas, a fim de que elas informem por escrito, através de petição no processo, quais foram os prejuízos, a fim de que a família possa estar oportunamente ressarcindo e assim, concomitantemente, cumprimos a medida cautelar que de afastamento dele, evitando contato, em obediência à ordem judicial”, finalizou.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*