ATUALIZADA – Maduro erodiu democracia, diz órgão da ONU

0
16

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O alto comissário da ONU para Direitos Humanos, Zeid Ra’ad al-Hussein, afirmou nesta quarta (30) que há uma erosão na democracia na Venezuela e acusou Nicolás Maduro de liderar “uma política para reprimir a dissidência política e instilar no medo”.
“Maduro foi eleito, mas as recentes ações do governo dão a impressão de que estão esmagando o que restava de vida democrática na Venezuela”, disse.
Hussein disse se preocupar com a intenção da Assembleia Constituinte de processar opositores por “traição à pátria” pelo apoio às sanções dos EUA.
As declarações foram feitas na apresentação de um relatório em que o órgão acusa a ditadura de uso excessivo da força nos atos opositores, prisões arbitrárias e tortura -parte dele foi divulgado no dia 8.
O embaixador venezuelano na ONU em Genebra, Jorge Valero, disse que o órgão “se comporta como uma das ONGs financiadas por interesses inconfessáveis para satanizar governos e povos soberanos.”

Fonte: FolhaPress

Compartilhar