Bruno Henrique avalia cobranças e pede maturidade ao elenco do Palmeiras

0
13

JOSÉ EDGAR DE MATOS
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O volante Bruno Henrique testemunhou das cadeiras do Mineirão a eliminação do Palmeiras na Copa do Brasil nesta quarta-feira (26). Após o empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, o volante pediu racionalidade nas cobranças por parte dos torcedores.
O camisa 19, ausência na Copa do Brasil por chegar ao Palmeiras após o fim do período de inscrições, concedeu entrevista concedida na Academia de Futebol nesta quinta-feira (27). Bruno Henrique fez referência ao vídeo em que o conselheiro Carlos Degon cobrou Felipe Melo no hotel em Belo Horizonte.
“Cobrança, desde que não haja agressão física essas coisas, nós somos profissionais e temos que saber receber da melhor maneira possível de uma forma que não nos atrapalhe. Nosso grupo está fechado, sabemos que vinham as críticas e coisas negativas com a eliminação”, afirmou Bruno Henrique.
“Conversamos, temos que nos fechar porque temos duas competições importantíssimas pela frente. Estamos bem chateados pela eliminação de ontem [quarta], mas essas cobranças temos que ter maturidade para absorver da melhor maneira possível. Única coisa é trabalhar e sábado [29] dar uma resposta”.
O jogador tratou de amenizar a pressão sobre o elenco, que terá uma nova decisão no próximo dia 9, contra o Barcelona de Guayaquil (EQU), pelas oitavas de final da Libertadores.
O Palmeiras precisa de uma vitória por dois gols de diferença para superar os equatorianos e se manter vivo na disputa pelo título continental, principal objetivo no ano.
“É uma coisa normal. Todo clube almeja vencer a Libertadores, o Brasileiro. É um objetivo sim que temos também de chegar no Brasileiro, e na Libertadores. Temos aí praticamente uns dez dias para poder trabalhar para o jogo da Libertadores, mas primeiramente pensando no Brasileiro”, avaliou.

Fonte: FolhaPress

Compartilhar