Câmara de Vila Pavão aprova orçamento de R$ 28,3 milhões para 2020

0
56

Os vereadores de Vila Pavão aprovaram na noite desta terça-feira (03), o orçamento do município para 2020, no valor de R$ 28,3 milhões. As maiores fatias de gastos previstos foram destinadas às secretarias de Educação e Saúde.

O projeto apresentado pelo Executivo foi aprovado por unanimidade, após sofrer duas alterações: emenda modificativa 001/2019, de autoria dos vereadores Francisco de Assis (PSDC), Edvaldo Rodrigues Santos (SD), João Trancoso (PSB) e Juvenal Médice Ferreira (PSDB), alterando o artigo 4º, que trata da abertura de créditos suplementares. Na forma como foi enviado, o projeto estipulava um limite de 50%, mas, ao ser apreciado em plenário, por força da emenda, foi alterado, autorizando somente um limite de 5%. A aprovação da emenda em plenário contou voto dos seus autores, mais o voto do vereador Gecimar Rodrigues (PV). Votaram contra os vereadores Aristeu Reetz (DEM), Vera Lúcia Elias (SD) e Valdeci Buge (PSB). Como não houve empate, o presidente da casa, Marcos Laurenço Kloss, não precisou votar.

A outra alteração, trata-se de uma emenda aditiva no artigo 7º, que modificou sua redação, passando a vigorar da seguinte forma: “Art. 7º. Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a celebrar acordos judiciais, extrajudiciais e/ou administrativos em que for parte o Município de Vila Pavão, objetivando a quitação de débitos e de créditos e/ou cumprimento de obrigações, observando o disposto na Lei nº 1.149/2.018“. Esta foi aprovada por unanimidade.

Na mensagem que acompanha o projeto, o executivo argumenta que a matéria foi elaborada de acordo com os programas de governo estabelecidos no Plano Plurianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias e exigências contidas na Lei de Responsabilidade Fiscal, atendendo, assim, o princípio do equilíbrio orçamentário, bem como todas as alterações ocorridas na estrutura orçamentária, advindas de Portarias da Secretaria do Tesouro Nacional e demais legislações vigentes.

A receita será realizada mediante arrecadação dos tributos, rendas e outras fontes da receita corrente e de capital na forma da legislação em vigor.

A Secretaria de Educação contará com um orçamento de R$ 8.339.415,00. A Secretaria da Saúde receberá recursos na ordem de R$ 5.018.008,09.

Outras pastas que receberão investimentos significativos são a Secretaria de Obras, Transportes e Serviços Urbanos (R$ 2.621.547,40), Secretaria de Administração e Recursos Humanos (R$ 2.479.050,00), e Secretaria de Agricultura (R$ 2.189.106,51).

Compartilhar

Deixe uma resposta

*