Câmara economiza mais de R$ 265 mil nos primeiros 100 dias da atual Mesa Diretora

0
97

Já em seu quarto mandato, o vereador Juarez Oliosi (PSB) assumiu em janeiro pela primeira vez a presidência da Câmara de Nova Venécia, junto com os eleitos da Mesa Diretora, Biel da Farmácia (vice-presidente), Cláudio do Granito (1° secretário) e Cimar do Altoé (2° secretário).

Durante os 100 dias de governo, a Mesa Diretora estabeleceu prioridades e economizou mais de R$ 265 mil. “A previsão é de chegar a uma economia de R$ 1 milhão, até o final do ano, um trabalho com transparência e mostrando a importância do zelo ao dinheiro público”, fala o presidente.

O presidente Juarez Oliosi fez questão de entrar no mandato com a implantação da gestão participativa, com objetivo de garantir ganhos em eficiência, produtividade e qualidade nos serviços prestados á população. Depois de mais de 10 anos requerendo a realização das cabeceiras das oito pontes na região de Cristalina, na ES-381, o pedido foi atendido pelo governador Renato Casagrande, e a obra está sendo realizada, o que vai favorecer os produtores rurais no escoamento de suas produções e facilitar motoristas que trafegam no trecho.

Ainda, Juarez Oliosi tem participado de reuniões com produtores e Sindicato Rural de Nova Venécia e Vila Pavão, se demonstrando preocupado com relação à Reforma da Previdência, que pode prejudicar o homem do campo, caso seja aprovada na forma do texto atual.

Entre as economias, o presidente iniciou o ano tendo realizado reformas na cozinha, abertura de uma sala a mais de gabinete de vereador e retirada de enfeites natalinos, sem contratação de empresa para realizar o serviço, sendo executado pelo próprio presidente.

A patrulha rural nos horários em que o homem do campo mais precisa, é outra conquista de Juarez, que fez o pedido oficial ao tenente-coronel Dal Col de ter o patrulhamento após as 17h, momento de maiores furtos e roubos no interior.

Na área da saúde, Juarez indicou a abertura de uma Clínica Popular Particular, um sistema que oferece consultas em várias especialidades. O modelo existe também em Vitória e outras capitais, sendo cobrado R$ 50 pela consulta.  Também, outra idéia que Oliosi divulgou foi a Clínica Popular SUS, que têm todos os atendimentos gratuitos, e poderia ser feito entre convênio da prefeitura e Governo do Estado. O presidente ainda citou que o estudo no caso da realização de mutirões em cirurgias também vem sendo estudado pelo prefeito Lubiana Barrigueira, pelo secretário de Saúde, André Fagundes e pelo Governador Renato Casagrande, com previsão de realização ainda este ano.

A pavimentação asfáltica em Cristalina também já teve o Projeto de Juarez Oliosi autorizado pelo Governo do Estado. “A reivindicação é antiga dos moradores. Quando faz sol a população enfrenta poeira e durante período de chuva, a lama, que acumula, principalmente nas descidas de ruas!”, esclarece.

Entre as realizações da Mesa Diretora está a autoria do Projeto de Resolução 02/2019, que visa à redução de custos do Legislativo com viagens oficiais dos vereadores e servidores. De acordo com o presidente, atualmente para a realização de uma viagem oficial a Vitória é necessário locar um veículo, pagar diárias e combustível. Com o Projeto de Resolução, o gasto da Câmara será apenas com o combustível, e o vereador ou servidor utilizará o próprio veículo para o deslocamento. O presidente ainda relata que, da forma como está hoje, cada viagem custa de R$ 1 a R$ 2 mil, e que com a aprovação do Projeto de Resolução, a economia será de 50%. As indenizações com combustível serão limitadas a duas viagens dentro do Estado, e mesma quantidade dentro do município, que deverão ser devidamente comprovadas a serviço da Câmara. Outra atuação da Mesa Diretora é que o orçamento de compras de itens do legislativo hoje em dia, é realizado com envio de e-mail para que as empresas que possuem o produto em Nova Venécia, possa enviar seu orçamento à Casa de Leis.

Carros apreendidos guardados em local adequado

Foi assinado no último mês de março, um Termo de Compromisso de Uso de Espaço Público, no gabinete do presidente da Câmara de Vereadores, Juarez Oliosi (PSB), que autoriza a abertura de um portão entre o muro da delegacia e o pátio do legislativo, com a finalidade de guardar os carros que são apreendidos pela Polícia. O acesso ao pátio que estava sem utilização na Delegacia só foi possível com a iniciativa do acesso que fica entre o legislativo e a Polícia Civil. A ação foi uma indicação do vereador Luciano Márcio (PSB), junto com o delegado e o tenente coronel Dal Col, tendo eles a responsabilidade pela construção da estrutura, e teve o pedido atendido por Juarez Oliosi, e os outros vereadores.

O documento de acesso foi assinado entre Juarez Oliosi, o delegado Líbero Penello de Carvalho Filho, e o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, tenente coronel Dal Col. Na reunião estavam também os vereadores Cimar do Altoé (PHS), Gleyciária Bergamim (DEM) e Cláudio do Granito (PTB). A autorização foi um consentimento de todos os vereadores e agora, Nova Venécia ocupa o primeiro local do Estado a ter um estacionamento adequado para guardar os veículos apreendidos. O problema da falta de local para estacionamento de veículos apreendidos surgiu em 2015, momento em que o Governo do Estado aboliu os pátios que ficavam alojados os veículos. Mais de 200 veículos apreendidos permanecem estacionados na frente da Delegacia e área interna do local.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*