Corpo de ex-vereador de Nova Venécia é trocado em hospital

0
5741

Se já não bastasse a dor da perda de um ente querido, os familiares de Marcos de Lima Jácome, falecido por volta das 6h20 desta segunda-feira (29), foi enviado, equivocadamente, para o interior de Boa Esperança.

A descoberta aconteceu logo após a chegada de familiares de Marcos ao hospital Roberto Silvares, em São Mateus.

Segundo um membro da família, ao chegarem ao hospital, o corpo não estava na unidade hospitalar e, então, começou a procura. Mais tarde, descobriu-se que ele havia sido encaminhado, equivocadamente, para o interior de Boa Esperança, na localidade do Cruzeiro, sendo que da localidade quem havia falecido foi uma mulher.

As trocas foram feitas no início da manhã desta segunda-feira.

Essa não é a primeira vez que um caso desse acontece na unidade hospitalar.

Um leitor da Rede Notícia informou na noite de ontem, que o corpo de sua mãe, de 73 anos, também foi trocado quando ela faleceu, em 09 de maio, por de uma senhora de 96 anos.

O caso só foi verificado pelo filho quando o corpo já estava na funerária, em Nova Venécia, por volta das 23h. Após isso, todo o processo de troca dos corpos durou quase toda a madrugada e a família não pôde realizar o velório da forma que imaginava.

O QUE DIZ A SESA

“A direção do Hospital Estadual Roberto Arnizaut Silvares (HRAS) pede desculpas, lamenta o ocorrido e esclarece que houve um erro no momento da retirada de um corpo do necrotério do hospital.

O corpo de Marcos de Lima Jacome, que veio a óbito às 6h20 desta segunda-feira (29), foi retirado no lugar do corpo de Rosicléia Moreira dos Santos Oliveira, que faleceu nesse domingo (28). O erro foi identificado e o corpo será encaminhado para a família de origem.

A direção do hospital esclarece que está apurando as causas do fato e está dando o suporte necessário aos familiares.

A Secretaria de Estado da Saúde informa que abrirá Processo Administrativo Disciplinar para apurar e responsabilizar os servidores envolvidos nesse erro”.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*