Estado inaugura ponte e assina ordem de serviço para construção de barragem em Montanha

0
122

Reservar água para garantir o abastecimento em períodos de estiagem. Com esse objetivo, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), assinou na tarde desta quinta-feira (17), a ordem de serviço para a construção da Barragem Tutu Reuter, localizada no município de Montanha. O investimento total será de R$ 13,7 milhões. A solenidade ocorreu na Praça Oswaldo Lopes, no Centro da cidade, e contou com a presença do governador Paulo Hartung, do Senador Ricardo Ferraço, dos deputados federais, Lelo Coimbra, Dr. Jorge e Evair de Melo, dos deputados estaduais, Gildevan Fernandes, Raquel Lessa e Erick Musso, entre outras autoridades.
Outra importante entrega foi feita ontem pelo Governo do Estado na Região Norte do Espírito Santo. Foi inaugurada a nova ponte sobre o Rio Itaúnas, na Rodovia ES 209, que liga Montanha a Pedro Canário.

Em entrevista coletiva de imprensa, o governador Paulo Hartung explicou aos jornalistas da Região que a inauguração da nova ponte de Pedro Canário e a autorização para construção da barragem de Montanha só foram possíveis porque o Estado está com as contas equilibradas e com os pagamentos de servidores e fornecedores em dia. O governador destacou que as duas intervenções vão garantir segurança viária e hídrica, além de impulsionar o desenvolvimento socioeconômico.

“Aqui em Montanha estamos dando um passo importante e atendendo a um sonho antigo da comunidade com a construção de uma barragem de grande porte. São quase R$ 14 milhões de investimento em um reservatório que terá capacidade de armazenar 2,4 bilhões de litros de água. Isso vai resolver o problema de abastecimento humano e também da agricultura, que tem uma importância social na geração de emprego, renda e oportunidade. Além disso, tenho certeza de que o local onde será construída a nova barragem vai se transformar em atração turística na região”, analisou.

Paulo Hartung relembrou, ainda, os investimentos do Poder Executivo Estadual na região. “Neste mandato entreguei a estrada que interliga o distrito de Cristal ao município de Montanha e, agora, com a conclusão das obras, inauguramos a ponte que ficou linda e muito bem construída neste novo eixo do Estado”, ressaltou o governador.

Barragem

O reservatório terá capacidade para armazenar 2,4 bilhões de litros de água em 65,78 hectares de área alagada, o equivalente a mais de 65 campos de futebol. O prazo para a conclusão das obras é de 12 meses.

O secretário Ideraldo Lima afirmou que a barragem terá capacidade para abastecer toda a cidade de Montanha por aproximadamente dois anos. “O armazenamento de quase 2,5 bilhões de litros de água garante o abastecimento da população e também da agricultura. É segurança hídrica para o Espírito Santo em períodos de estiagem. E investimentos assim só são possíveis porque o Estado está com a contas organizadas”, pontuou.

O Programa Estadual de Construção de Barragens tem como objetivo ampliar a reservação de água para futuros períodos de estiagem. Até o final do ano serão investidos R$ 60 milhões para a construção de 60 barragens em todo o Espírito Santo.

Nova ponte

O deslocamento entre Montanha e o distrito de Cristal do Norte, em Pedro Canário, vai ficar mais fácil e seguro com a entrega da nova ponte sobre o Rio Itaúnas. Além da maior integração entre os dois municípios, a ponte facilita o deslocamento da população de outras cidades da região. O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES) já havia concluído a pavimentação da Rodovia ES 209, com 33 quilômetros. Ao longo do trecho, há comunidades tradicionais, como São Sebastião, Ramal da Fumaça e 30 de Maio. E os moradores dessas localidades precisam ir às sedes dos dois municípios ou a cidades maiores para ter acesso a bens e serviços.

A ponte facilita a ligação com cidades como Mucurici e Ponto Belo e também com a BR 101. Isso beneficia diretamente os produtores de culturas como açúcar e eucalipto. “A nova ponte na ES 209 vai melhorar o deslocamento da população não só dos dois municípios, mas de todo Norte do nosso estado, inclusive para o acesso à BR 101. É mais segurança e integração para essa região”, afirma o diretor-geral do DER-ES, Enio Bergoli. O investimento foi de, aproximadamente, R$ 4,4 milhões.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*