Ex-operador que vazou vídeo de Waack tira foto na bancada do 'Jornal da Globo'

0
5

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O ex-operador de VT da Globo Diego Rocha Pereira, que denunciou um vídeo com comentários racistas de William Waack, voltou à sede da emissora na última terça-feira (5). Pereira foi até a Redação e fez uma foto sentado na bancada do “Jornal da Globo”, telejornal do qual Waack foi afastado.
A informação é do colunista Ricardo Feltrin, do UOL. Sobre a foto, Pereira postou a frase “O Que Acham?”, seguida das hashtags “#didiconoplimplim”, “#tvglobo” e “#sechamareupenso”.
De acordo com o colunista, Rocha Pereira entrou na sede da emissora com a autorização de um funcionário da portaria. O operador afirmou que teria de tratar de questões pessoais no departamento de RH. Um funcionário da Redação, segundo o colunista, teria feito a foto que ele postou em seu Instagram.
Após a publicação da imagem, Rocha Pereira começou a sofrer ofensas nas redes sociais, sendo chamado de oportunista, entre outros adjetivos. De acordo com o colunista, a Globo informou que está apurando o caso.
O apresentador William Waack, 65, foi afastado do “Jornal da Globo” depois de Rocha Pereira divulgar um vídeo no qual mostra o jornalista fazendo comentários racistas.
Waack teria se irritado com a buzina de um carro e afirmado que o barulho era “coisa de preto”. O vídeo foi divulgado em um grupo de WhatsApp de editores de TV antes de chegar à web.

Fonte: FolhaPress