Freitas quer reativar o programa Estado Presente

0
151

O deputado estadual, Freitas (PSB), vai em busca do quarto mandato nas eleições deste ano e em entrevista ao Jornal A Notícia, nesta semana, ressaltou as principais ações desenvolvidas em Nova Venécia e região nos últimos 12 anos.

Na primeira eleição, em 2006, Freitas registrou 2.251 votos em Nova Venécia. Quatro anos depois, o número aumentou para 4.050 votos. Por fim, em 2014, entre número voltou a crescer para 4.560.

Durante a entrevista, Freitas falou, também, sobre saúde, infraestrutura, segurança pública, educação e relação com o município. Confira:


Ações
“Fruto de todo o meu trabalho por Nova Venécia, está no Corpo de Bombeiros, na Rede Cuidar, que nós iniciamos trabalhando por um Centro de Especialidades Médicas, para poder diminuir o transporte para Vitória. Outro trabalho nosso que não está às vistas das pessoas, mas que pouquíssimos políticos reivindicam e poucos executivos fazem, é o investimento em torno de R$ 40 milhões para fazer tratamento de esgoto sanitário, que quando nós ligarmos os esgotos das nossas casas na rede, vamos tratar, aproximadamente, 75% de todo esgoto produzido no município de Nova Venécia, vamos tratar, também, o efluente da Veneza, que era todo jogado no Rio Cricaré. Foi um investimento magnifico que iremos inaugurar nos próximos meses. Tem, também, a estrada de Nova Venécia para o Patrimônio da Penha, a qual temos o objetivo de fazer com que ela chegue ao Patrimônio do XV. Trabalhamos muito para ter a Avenida Guanabara pavimentada com asfalto, retirando todos os bloquetes e levando para a principal avenida do bairro Aeroporto, mas que, infelizmente, não aconteceu por pura pirraça política, porque o convênio estava celebrado, com a obra licitada, mas mudou o governo, a obra parou e agora precisaremos evidenciar novos esforços para colocá-la de pé. Todas as associações estruturadas têm emendas parlamentares nossa, o que fortaleceu a agricultura familiar”.


Saúde

“Tem participação efetiva nossa na saúde. Além da Rede Cuidar, o Estado repassa hoje, R$ 100 mil por mês para o Hospital São Marcos fortalecer a atenção secundária, mas temos como compromisso futuro com o HSM, colocar leitos de UTIN, para fortalecermos ele do ponto de vista de um hospital referência em materno e infantil em toda região, para que os partos de risco também sejam realizados aqui. Esse é o trabalho que vem sendo realizado pelos mandatos que exerci, com uma sintonia muito forte com Nova Venécia e os municípios que polarizam”.


Infraestrutura

“Queremos retomar e concluir todas as obras paralisadas na nossa região, como o asfalto da Avenida Guanabara; a conclusão das cabeceiras de todas as pontes na rodovia que liga Nova Venécia a Águia Branca; a continuação do asfalto até o distrito de Santo Antônio do XV; a conclusão do Caminhos do Campo até Santo Izidoro; a reabilitação da rodovia que liga Nova Venécia a Pinheiros, que já cumpriu a sua função, não tem acostamento, cheia de remedos e tem registrado um alto índice de acidentes. Essa obra já foi projetada, licitada e teve a empresa contratada, que chegou a montar seu canteiro de obras em Boa Esperança, mas mudou o governo e ela não iniciou, então, precisaremos dar a ordem de serviço novamente. São investimentos que estão projetados e que vamos priorizar, em primeira mão, a conclusão. Precisamos dar vida à essas obras, reivindicar do Governo do Estado e ser o representante desse município, com um olhar muito focado e intenso, conhecendo as demandas da região”.


Segurança Pública

“É muito fácil falar de Segurança Pública, para mim, que tive uma ligação muito forte com o governo Renato Casagrande, que mais investiu em segurança no Espírito Santo. Ele focou tanto na segurança que coordenou um programa de dentro do seu gabinete. Criou o programa Estado Presente que, no meu ponto de vista, precisava ser um programa de Estado e não de governo, que merecia ter tido uma continuidade. Dentro deste programa, foram realizados concursos, treinamento e efetivações de 5.600 novos policiais, chegando a reabilitar a academia de formação de novos policiais aqui em Nova Venécia, após décadas de paralisação. Nós recuperamos a presença dos policiais nos distritos. Tivemos ações em todos os setores, não só na formação de novos policiais, mas o programa Estado Presente é abrangente, porque segurança não é feita só com policiais, com armas e viaturas, mas, também, investindo em todos os setores, como educação, esporte e lazer. Portanto, conseguimos colocar esse programa de pé e diminuímos drasticamente, o índice de crimes de violência contra a vida e contra o patrimônio no Estado. Nós queremos, de novo, voltar a colocar o programa de pé e coordená-lo de dentro do seu gabinete. Nossa meta é formar nos próximos quatro anos, pelo menos, 2.000 policiais”.


Educação

“Vamos retomar o diálogo com os professores para aumentar a autoestima deles e rever o número de escolas fechadas no interior, principalmente, nos distritos. Não se deu a atenção necessária para eles, na sua formação, na sua capacitação, também, para os diretores e no plano de cargos e salários. É o que o governo precisa fazer para evitar a grande evasão de alunos pelos fechamentos de escolas e turmas por conta do desestímulo dos professores”.


Relação com o município

“Eu penso que existem poucas pessoas vinculadas com o setor público de mandato eletivo que tenha um conhecimento tão perfeito com todo o município de Nova Venécia e que o conhece de canto a canto. A minha convivência, faz com que eu me sinta um veneciano, colocando aqui, sempre, como prioridade em nossos mandatos. Isso faz com que eu tenha um compromisso fechado e continuo aqui. As demandas que me são apresentadas são levadas a sério. O que podem esperar de mim é ter um parlamentar que irá representá-los com decência, com ética e com muita determinação Nova Venécia. Eu quero que, no próximo mandato, o meu gabinete seja uma extensão da prefeitura”.


Considerações finais

“Eu preciso agradecer a Nova Venécia pela identificação que esse município tem comigo e eu sinto esse acolhimento, tanto nas minhas visitas nos diversos movimentos e nas urnas. Estou completando meu terceiro mandato e nas três eleições, eu ampliei minha votação aqui. Isso, nada mais é, uma identificação com o que o nosso mandato traz para cá e eu sou muito agradecido por isso. Podem continuar confiando”.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*