Haroldo Rocha assume Secretaria Executiva do MEC

0
87

O governador Paulo Hartung anunciou, na tarde desta quinta-feira (07), que o economista Haroldo Corrêa Rocha – que está no comando da Secretaria de Estado Educação (Sedu) desde o início de 2015 – vai assumir a função de secretário-executivo (vice-ministro) do Ministério da Educação (MEC). Na oportunidade, o governador também anunciou que quem assume a Sedu é o professor Aridelmo Teixeira, que é doutor em Controladoria e Contabilidade e cofundador da Fundação Instituto Capixaba de Pesquisas em Contabilidade, Economia e Finanças (Fucape Business School).

O governador revelou que após o convite feito pelo Governo Federal ao professor Haroldo Rocha, o Estado recebeu uma série de pedidos de instituições, secretários de Estados e organizações não governamentais ligadas à área educacional do País para que Haroldo aceite o convite.

“Nossa surpresa veio com esse movimento nacional feito por secretários de Estados, instituições e lideranças, pois eles entendem que o professor é um bom técnico e sabem da importância do MEC dar continuidade ao conjunto de medidas que estão em andamento, entre elas, a unificação da Base Comum Curricular que está em curso no país. Entendemos a necessidade de conduzir esse processo na área educacional para o próximo presidente encontrar esses avanços prontos. Isso motivou nosso apoio ao secretário Haroldo para assumir este novo desafio”, explicou o governador Paulo Hartung.

“Estamos atendemos uma missão em visão ao interesse do País. Enquanto isso, no Estado, optamos pelo professor Aridelmo Teixeira que tem uma visão gerencial correta e, pela questão da implantação da Escola Viva, ele está integrado a equipe da Sedu e irá entrar jogando na equipe e, melhor, ele demonstrou vontade pessoal de ocupar o cargo de secretário, o que considero importante. Esse brilho no olho é fundamental para encarar o novo desafio”, opinou Paulo Hartung.

Convidado pelo ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, Haroldo é o terceiro secretário do Espírito Santo cedido para o Governo Federal para atuar como secretário-executivo de um Ministério. A economista Ana Paula Vescovi ocupa, atualmente, o cargo no Ministério da Fazenda e Márcio Felix, no Ministério de Minas e Energia.

Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), entre as suas principais funções, Haroldo Rocha atuou no Espírito Santo como professor universitário na Ufes, foi técnico do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), foi pró-reitor de Administração da Ufes, secretário de Planejamento da Prefeitura de Vitória e secretário de Estado da Educação entre 2007 e 2010. Em 2015, assumiu novamente a Secretaria de Educação para retomar o processo de mudança da escola pública estadual, onde a educação básica é a prioridade número um do Governo.

“Agradeço ao governador pela compreensão e compartilho esse reconhecimento com todos que diariamente batalham pela melhoria da qualidade da educação capixaba, nossos professores, diretores, servidores, da rede estadual e também das redes municipais, é um trabalho conjunto. Indo para o MEC eu dou mais um passo na realização do meu ‘Projeto de Vida’, como diria os estudantes da Escola Viva, que é contribuir para que o Brasil possa propiciar uma educação pública de alta qualidade para todos os brasileiros. Há muito trabalho a ser feito, é um grande desafio, mas estou energizado com o processo de mudança que implementamos com a Base Nacional Comum Curricular e o Novo Ensino Médio. Temos um processo em curso, mas precisamos consolidar e transformar a educação brasileira, fazendo uma nova escola, que seja compatível com a juventude de hoje, com seus sonhos e seus desejos. Estou muito honroso pelo convite e quero dar minha contribuição com muito orgulho”, contou Haroldo Rocha.

Dentre os importantes programas implantados na Educação do Estado, o Espírito Santo se destaca com: a Escola Viva, que já conta com 32 unidades, ofertando 20 mil vagas em tempo integral para os jovens capixabas. O programa Jovem de Futuro, que está proporcionando a melhoria do desempenho educacional dos alunos do Ensino Médio da rede pública nas escolas de tempo parcial. E o Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (Paes), que promove pro meio do regime de colaboração, entre Estado e municípios, a melhoria da oferta e da qualidade da educação infantil.

Novo secretário de Educação do ES

Com a ida de Haroldo Rocha para a Secretaria Executiva do MEC, na pasta da Educação do Estado assume o professor Aridelmo Teixeira, que é doutor em Controladoria e Contabilidade pela Universidade de São Paulo (USP) e fundador da Fundação Instituto Capixaba de Pesquisas em Contabilidade, Economia e Finanças (Fucape Business School), onde também é professor.

“A plataforma do Governo do Estado, desde o início, foi a Educação e ficamos bastante felizes com isso. Trabalhei desde o início da implantação do programa Escola Viva, no qual hoje eu dedico entre 40% e 50% do meu tempo com o programa. Visitamos as escolas e vemos o esforço de todos, professores, famílias e comunidade, para a melhoria da educação pública. Vamos dar continuidade ao trabalho desenvolvido por aqui. Só a educação é capaz de transformar a sociedade. Resolveram me confiar essa tarefa e eu estou cheio de energia para tocar os projetos. Vou fazer com muito compromisso e com apoio da sociedade”, ressaltou Aridelmo.

Aridelmo publicou vários artigos em periódicos Qualis/Capes. Participou do desenvolvimento de 60 produtos tecnológicos. Orientou 58 dissertações de mestrado e diversas monografias na área de Administração e Contabilidade. Atualmente, coordena seis projetos de pesquisa e participa de outros quatro projetos nas áreas de Contabilidade e Gestão de entidades públicas e privadas.

É membro da Delegação Brasileira do ISAR /UNCTAD (Intergovernmental Working Group of Experts on International Standards of Accounting and Reporting / United Nations Conference for Trade and Development). Além de ser coordenador adjunto da Área de Administração, Contabilidade e Turismo da Capes.

Atuou como Membro da Comissão de Assessoramento na área de Ciências Sociais Aplicadas na Fundação de Amparo a Pesquisa no Espírito Santo (Fapes), é membro do Comitê Estadual Integrado de Educação Profissional (Cointec) e coordenou o Projeto de Pesquisa financiado pelo Edital Universal 2011 da Fapes.

Atua como avaliador Ad hoc de artigos científicos de várias revistas e congressos no Brasil. Os principais temas de pesquisa são contabilidade gerencial estratégica, avaliação de ativos, qualidade dos lucros, accruals, IFRSs, CPC´s e IPSAS.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*