Ifes de São Mateus, Nova Venécia e Montanha dão início à construção de usina fotovoltaica

0
490
Documento assinado da ordem de serviço de construção da usina fotovoltaica

O Campus São Mateus, do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), realizou na última quinta-feira (14), uma solenidade para assinatura da ordem de serviço de construção de uma usina fotovoltaica. A obra é uma parceria entre os campi Montanha, Nova Venécia e São Mateus e vai proporcionar a geração de energia sustentável, com economia é superior a 40% para cada um dos três campi.

Participaram da solenidade o reitor do Ifes, Jadir Jose Pela; o diretor-geral do Campus Montanha, André Sampaio; o diretor-geral do Campus Nova Venécia, Anderson Bozetti; o diretor-geral do Campus São Mateus, Aloisio Ramos da Paixão; o ex-deputado federal Jorge Silva; e um representante da empresa responsável pela obra, Cápua Engenharia.

A usina será construída dentro do Campus São Mateus, às margens da BR 101. Serão instaladas 720 placas fotovoltaicas, numa área aproximada de 3 mil metros quadrados, com possibilidade de expansão futura. Os recursos para a construção são provenientes de emenda parlamentar do ex-deputado federal, Jorge Silva, e de recursos próprios do Ifes, totalizando mais de R$ 1 milhão.

O reitor do Ifes, Jadir Pela, ressaltou a parceria em rede firmada entre os três campi e agradeceu ao ex-deputado federal, Jorge Silva, pela destinação de parte dos recursos para a obra. “Esta obra tem um significado muito importante para a comunidade. Vamos receber visitas de empresas, instituições e prefeituras da região, seremos referência para eles com este projeto”, comentou o reitor.

Aloisio Paixão, diretor-geral do Campus São Mateus, citou os benefícios da usina para os três campi e para os estudantes do eixo de energias. Já o diretor-geral do Campus Montanha, André Sampaio, dirigiu a fala aos estudantes presentes. “O motivo de nossas ações são vocês, estudantes. Os recursos economizados com esta obra serão direcionados para mais investimentos para os alunos dos três campi”, afirmou Sampaio.

O diretor-geral do Campus Nova Venécia, Anderson Bozetti, relatou que o campus gasta em torno de 320 mil reais por ano em conta de energia e que por vezes faltavam recursos para proporcionar, por exemplo, visitas técnicas aos estudantes. Bozetti agradeceu aos servidores do Ifes, os quais, segundo ele, não medem esforços para ir além de suas funções e ajudam a construir um Ifes melhor.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*