Juarez Oliosi reúne para tratar de segurança rural e relaciona economia na Câmara

0
95

O presidente da Câmara Juarez Oliosi (PSB) relatou que esteve em reunião com o Sindicato dos Trabalhadores de Nova Venécia e Vila Pavão, coronel Dal Col, delegado Líbero Penello de Carvalho Filho e secretário de Agricultura Natalino Cassaro, para tratar sobre a segurança no campo durante e após o período da colheita de café.

Ainda, Oliosi esclareceu que, o jardim e estacionamento da Câmara de Vereadores passará por uma adequação e que o plantio de árvores adequadas ao local será feito, já que algumas que se encontram hoje, estão danificando muro e outras dependências do legislativo, até mesmo com crescimento das raízes. Juarez explicou que as árvores que serão retiradas, serão replantadas em outras localidades adequadas da cidade e que as plantas ideais para o espaço, serão fixadas no entorno do legislativo.

O presidente ainda citou que vai pedir a retirada de um poste de iluminação instalado na Câmara no ano passado, no meio do estacionamento do pátio, tendo custado R$ 7,2 mil aos cofres públicos. Juarez revela que ao fazer levantamento, notou que o mesmo material equivale a R$ 2,2 mil. “Além do valor alto, mesmo que já foi comprado, foi retirar porque não tem necessidade desse poste ali. O gasto de energia vem sendo mais de R$ 5 mil ao mês na Câmara e vamos diminuir. Pedi para que não instalasse o poste, mas o presidente anterior preferiu não atender”, fala.

Oliose revela que a conta de água também precisa diminuir o valor, e que vem sendo pago uma média de mais de R$ 400 ao mês a conta. “Vamos colocar a bomba e utilizar a água do ar condicionado para as finalidades adequadas, a Câmara já possui essa bomba, não tem porque não utilizá-la, se for roubada, as câmeras de monitoramento irão revelar nas imagens o autor do crime”.

Citando ainda as câmeras de monitoramento, Juarez revelou que a gravação do sistema  depois que ele assumiu a presidência,  tem armazenamento as imagens a cada 90 dias. “Antes eram sete dias apenas, depois disso, já não tinha mais a imagem. Agora, a cada 90 dias o setor de patrimônio irá fazer o levantamento e verificar, caso algum objeto estiver faltando na sede do legislativo, será descoberto. O respeito ao dinheiro público é uma das minhas bandeiras”, finaliza.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*