Lar de Abigail realiza Oficina de Capoeira

0
95

O Lar de Abigail realizou na noite da última sexta-feira, no auditório da Secretaria de Educação, a primeira graduação dos alunos das turmas Maternal 1B e Maternal 2, dentro da oficina Capoeira no Lar.

Foram nove meses de oficina sobre capoeira sob a coordenação do Lar de Abigail e instrução de Willian Dias, que teve como objetivo, possibilitar o acesso a experiências e manifestação de uma das mais ricas expressões da cultura, proporcionando o desenvolvimento integral das crianças através de vários aspectos físicos e psicológicos, além de elevar a consciência da criança de sua importância na sociedade, sem distinção de raça, sexo, religião ou classe social, contribuindo para a construção de seres humanos capazes de lidar com a diferença e com respeito ao próximo.

A oficina Capoeira no Lar é um projeto desenvolvido pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, em parceria com a Educação, ambos executados no Lar de Abigail, que tem como foco, o desenvolvimento de atividades com as crianças, em parceria com as famílias, visando fortalecer vínculos e prevenir a ocorrência de situações de exclusão social e de risco, em especial a violência doméstica e o trabalho infantil. “As crianças aprenderam a capoeira brincando, sendo esta, a melhor maneira de mantê-las em movimento constante. Nas suas brincadeiras, elas mantêm contato com pessoas e coisas, armazenam na sua memória, estudam causas e efeitos, resolvem problemas, constroem um vocabulário útil, aprendem a controlar suas reações emocionais centralizadas em si mesmas e adaptam suas condutas aos hábitos culturais do seu grupo social. Brincar é, portanto, fundamental para um desenvolvimento pleno do ser humano”, disse a Assistente Social, Sabrina Francischetto Nunes Toscano.

Sabrina também falou da importância da Oficina. “Através dessas brincadeiras presentes no ensino da Capoeira para crianças, se favorece a coordenação motora, o campo visual, a criatividade, autoestima, automatização de movimentos e educa as crianças na administração do tempo e espaço dentro de um movimento. O resultado é uma criança mais desinibida e com mais segurança”.

Por fim, ela falou sobre o encerramento do projeto. “O projeto Capoeira no Lar se justifica, uma vez que atende as especificidades da Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais, pautando-se no reconhecimento da condição peculiar de dependência, de desenvolvimento desse ciclo de vida e pelo cumprimento dos direitos das crianças, numa concepção que faz do brincar, da experiência lúdica e da vivência artística uma forma privilegiada de expressão, interação e proteção social”.

O evento da última sexta-feira contou com a participação do Grupo Oficina Internacional da Capoeira.

Confira alguns momentos que marcaram o evento

SAMSUNG CAMERA PICTURES
Compartilhar

Deixe uma resposta

*