Municípios da região debatem repasses ao Hospital São Marcos

0
683
O debate buscou a possibilidade dos municípios da região que fazem o uso do Hospital São Marcos, ajudarem no custeio da unidade

Encontro foi realizado no auditório da Secretaria de Saúde

Uma reunião realizada na tarde da última segunda-feira, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, buscou debater a possibilidade dos municípios da região que fazem o uso do Hospital São Marcos, ajudarem no custeio da unidade.
Segundo o diretor do Hospital, Alessandro Aguilera, os repasses feitos atualmente à unidade não são suficientes para suprir toda demanda. “O Hospital atende uma região muito grande e a pauta foi proposta pelo município, por alguns vereadores, para discutir a questão do repasse, do auxílio e do custeio desses municípios, que utilizam dos serviços do São Marcos, visto que os repasses que são feitos hoje não são suficientes para aquilo que é usado. Nós esperamos ver o que cada município pode fazer, mediante aos serviços que eles utilizam dentro do Hospital, se não, fica muito difícil o São Marcos prestar serviços dessa forma que vem sendo feito, visto que hoje, nenhum hospital consegue trabalhar mais com tabela SUS”, disse.
Já o enfermeiro, Gleikson Barbosa, destacou que o objetivo é, além de ajudar no custo, melhorar os serviços do São Marcos. “É importante iniciar uma nova gestão. Obviamente, que nós temos uma unidade de referência, que é o Hospital São Marcos e Nova Venécia conseguiu realizar vários aumentos. Mas não é só isso. É ampliar a cartela de serviços que o Hospital vem oferecendo hoje, com dois médicos na porta de entrada, o serviço de cirurgias seletivas, a contratação de um obstetra 24h, a ampliação do corpo médico da enfermagem, enfim. Tudo isso, eleva o custo, sem falar em medicamentos e materiais médicos hospitalares. O objetivo é chamar todos os municípios da região, em especial, os que encaminham pacientes para o São Marcos, como Vila Pavão, Boa Esperança, Pinheiros, Montanha, para que possamos, de fato, colocar o problema, que é o custeio e a manutenção do Hospital e com isso, nos unirmos através de um consórcio e ampliar os recursos para conseguir manter os serviços, como uma pediatria 24h, que é um dos nossos grandes desafios, para encaminharmos o mínimo de pessoas para o Roberto Silvares”, afirmou.
Para o prefeito de Vila Pavão, Irineu Wutke, o Hospital São Marcos é de suma importância para o município, que não possui uma unidade 24h. “Nós, de Vila Pavão, não temos hospital e como estamos próximos de Nova Venécia, a nossa possibilidade é continuar com essa parceria com o São Marcos, uma vez que, a nossa população, tradicionalmente sempre foi atendida nesse hospital. Nossa expectativa é afinar os pontos de vista e continuarmos essa parceria, porque nossa população precisa muito”, disse.S0600564 S0450548 kimAlessandro Aguilera, Kim da Saúde e o prefeito de Vila Pavão,  Irineu Wutke, falaram para a TV Notícia durante a solenidade, realizada na última        segunda-feira

Compartilhar

Deixe uma resposta

*