Policiais civis prendem acusados de tentativa de homicídio em Pinheiros

0
133
Imagem ilustrativa

A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Pinheiros realizou na última sexta-feira (09), uma operação para dar cumprimento a mandados de prisão preventiva. A ação resultou na prisão de L.A.A., de 18 anos, e R.P.S., de 40 anos, ambos pelo crime de tentativa de homicídio. De acordo com o responsável pela operação, o delegado Dair de Oliveira Junior, a ação contou com o apoio da Polícia Militar.

O suspeito L.A.A. foi preso em sua residência, no bairro Niterói. Segundo as investigações, ele é suspeito de tentar matar G.H.G., de 22 anos. O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro, no bairro Vila Verde, e a motivação seria uma desavença ocorrida entre eles por conta de uma fiança.

“Os suspeitos foram presos no final do ano passado, quando policiais rodoviários federais encontraram uma arma de fogo no veículo em que eles estavam. A vítima assumiu a propriedade da arma e para responder em liberdade pagou a fiança. Após serem soltos, a vítima foi cobrar do suspeito a quantia paga na fiança e isso acabou ocasionando a tentativa de homicídio”, explicou o delegado.

R.P.S., foi preso em sua residência, no bairro Nova Jerusalém. Segundo as investigações ele é suspeito de tentar matar o próprio cunhado, U.S.O., de 32 anos. “O crime aconteceu no dia 13 de fevereiro, quando a vítima rebocava um muro. Ele foi surpreendido pelo suspeito, que portava um revólver e desferiu diversos tiros, atingindo-o no pescoço. A motivação seria uma suposta discussão familiar entre eles que aconteceu no ano de 2015”, informou Dair de Oliveira Junior.

Para Dair Oliveira Júnior, essas prisões são frutos de intensos trabalhos investigativos somados às parcerias com a Polícia Militar, Ministério Público e Poder Judiciário no município. “Esse trabalho integrado vem apresentando resultados positivos no que diz respeito à redução de crimes praticados contra a vida no município. A população tem nos ajudado e muito com informações anônimas valiosas para o sucesso das operações policiais”, concluiu o delegado.

Os suspeitos foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Mateus, onde ficarão à disposição da Justiça.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*