Produtores de Nova Venécia na 89ª Semana do Fazendeiro

0
482

Dezenas de produtores rurais de Nova Venécia estão participando da 89ª Semana do Fazendeiro, na Universidade Federal de Viçosa (UFV), no município de Viçosa (MG). O grupo viajou na tarde do último sábado (14) e deve voltar no próximo sábado (21). A ação conta com o apoio da Prefeitura de Nova Venécia, através do projeto Campo Vivo de fortalecimento do turismo rural, Incaper e Veneza.

O objetivo da viagem é proporcionar aos participantes acesso a novas informações e conhecimentos, por meio de oficinas e palestras nas mais diferentes áreas voltadas para o desenvolvimento no meio rural.

Para o secretário de Cultura e Turismo de Nova Venécia, Anderson Sabino, conhecimento nunca é demais para quem projeta ampliar seus negócios, independente da área de atuação. “Hoje o conhecimento técnico é primordial em qualquer área de atuação e no meio rural isso não é diferente. Na Semana do Fazendeiro contamos com cursos de qualificação de primeira, intermediados por grandes nomes de conhecedores do assunto de todo Brasil. São mais de 70 mil pessoas inscritas em cursos de diversas áreas. Nós, como somos de um município onde o meio agrícola é predominante, não poderíamos ficar de fora. Muita coisa que os produtores estão aprendendo nessas capacitações serão aplicadas dentro das propriedades, fortalecendo as famílias do meio rural e consequentemente todo o município de Nova Venécia”, disse Sabino.

O evento

A Semana do Fazendeiro é o maior e mais tradicional evento de extensão realizado pela Universidade Federal de Viçosa e tem o objetivo de promover o diálogo com a sociedade. A extensão juntamente com o ensino e a pesquisa formam a base indissociável da filosofia de trabalho da UFV, tornando-a relevante para o país desde a sua fundação.

O evento reúne, anualmente, produtores e empresários rurais e seus familiares. No ano de 2017, em sua 88ª edição, a Semana do Fazendeiro teve como tema Produção Rural e Desenvolvimento: diversidade de pessoas, técnicas e resultados. O público foi de aproximadamente 80.000 pessoas, incluindo inscritos em cursos no evento e o público em geral, que participaram de 258 cursos, 100 Oficinas Tecnológicas, Dias de Campo, Leilões de Equinos e Bovinos, estandes de expositores e atividades culturais, como shows musicais, exposição de fotos, cinema, coral, dança, parquinho, contação de histórias, lançamento de livro, jogos e outras atividades de entretenimento.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*