Projeto de reconhecimento facial é iniciado em escolas de Nova Venécia

0
427
Alunos são reconhecidos pelo aparelho assim que chegam nas escolas

Está em fase de testes o novo sistema de gestão, implantado em escolas da Rede Municipal de Ensino de Nova Venécia, de registro de entrada e saída de alunos, por meio do reconhecimento facial.

Ao todo, cinco escolas receberam o equipamento que começou a ser utilizado no início do período letivo: as EMEF’s Adalton Santos, Stanislaw Zucoloto, Claudina Barbosa, Veneciano e Tito dos Santos Neves (anexo ao Polo UAB).

Por meio do projeto Frequência Digital Escolar, será possível controlar a frequência dos alunos sem a necessidade de realizar chamadas, evitando a diminuição da evasão escolar. A medida contribui para redução do uso de papel, já que o sistema faz a gerência de todo o trabalho da secretaria da escola, com impressão de históricos e boletim escolar. Diariamente é gerado um boletim para a direção da escola, mostrando o percentual e o número absoluto de alunos presentes e ausentes.

A medida também possibilita que a escola tenha um controle mais eficiente em relação à merenda escolar, isto porque as cozinheiras recebem informações do sistema que aponta quantas crianças estão na escola naquele dia e quantas refeições precisam ser servidas, evitando o desperdício.

O novo sistema, implantado pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, também informa os pais dos alunos, por meio de mensagens SMS pelo celular, sobre a entrada e saída dos alunos. Mas para que isso aconteça, os pais devem procurar a escola para se cadastrar e deixar o contato telefônico.

“Para a escola, essa é uma tecnologia que vem trazer um avanço incrível. O registro de presença através do reconhecimento facial traz muito mais segurança para os pais, por saberem que a criança realmente está na escola, e também para nós, que somos os responsáveis por esses alunos. Além disso, o sistema nos ajuda a economizar tempo com a chamada em sala de aula e também recursos com o melhor gerenciamento da merenda escolar”, informa e secretário de Educação de Nova Venécia, Arilso Teixeira.

Após essa fase de testes, a ideia é expandir o projeto para outras unidades de ensino da sede e do interior do município. O novo sistema provoca mudanças no comportamento dos discentes e também dos pais, que passam a ficar mais atentos à rotina dos filhos.

O funcionamento é muito simples: primeiro há o cadastramento dos rostos de cada aluno. Quando o estudante chega, fica em frente à máquina, que capta a imagem dele e registra a presença. O procedimento não demora mais que cinco segundos.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*