Samu 192 recebe novas ambulâncias

0
109
Foto: Leonardo Duarte/ Secom-ES

Na tarde desta quarta-feira (07), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) entregou oito novas ambulâncias ao Samu 192 que serão destinadas à renovação da frota dos municípios da Região Metropolitana de Saúde (composta por 20 municípios).  Os veículos foram enviados pelo Ministério da Saúde. Cada ambulância custou R$ 176.286, o que gerou um investimento total de R$ 1.410.288.

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira, destacou que as ambulâncias chegaram para reforçar a frota do Samu 192, e fez um apelo pedindo à população que não passe trotes para o serviço pois isso atrapalha a realização dos atendimentos. “São oito ambulâncias para reforçar a frota do Samu 192. Estamos renovando por ambulâncias que já estavam utilizadas há bastante tempo, o que significa melhorar ainda mais a qualidade no atendimento à população. Aproveito e peço para que as pessoas tenham consciência e não passem trote para o Samu, que é um serviço muito importante que atende as urgências e emergências da população. Só em 2017 foram mais de 120 mil trotes” disse o secretário.

Atualmente, o Samu 192 conta com uma frota de 31 ambulâncias.

Municípios atendidos pelo Samu 192

No Estado, o Samu 192 atende em Vitória, Vila Velha, Serra, Fundão, Cariacica, Viana, Guarapari, Piúma, Anchieta, Marechal Floriano, Domingos Martins, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, Itaguaçu, Afonso Cláudio, Venda Nova do Imigrante e Itarana. A cobertura populacional estimada é de aproximadamente 2.200 milhões de habitantes, que representa 55% da população capixaba.

Como funciona o SAMU 192?

O atendimento do Samu 192 começa a partir do chamado telefônico. O serviço pode ser acessado gratuitamente pelo número 192, a partir de qualquer telefone, fixo ou móvel. A ligação é atendida por Telefonistas Auxiliares de Regulação Médica, que identificam a emergência e coletam as primeiras informações sobre as vítimas e sua localização. Em seguida, as chamadas são remetidas ao Médico Regulador, que presta orientações às vítimas e aciona as ambulâncias quando necessário.

As ambulâncias são distribuídas estrategicamente, de modo a otimizar o tempo entre os chamados da população, o atendimento pré-hospitalar e o encaminhamento aos serviços hospitalares de referência como pronto-atendimentos e hospitais.

Quando acionar o Samu 192

– Parada cardiorrespiratória;

– Dor forte no peito (infarto);

– Dificuldade de respirar/engasgo;

– Suspeita de acidente vascular cerebral (derrame);

– Intoxicação (envenenamento);

– Queimadura grave;

– Choque elétrico;

– Acidente de trânsito com vítima;

– Queda grave e fratura;

– Afogamento;

– Surto psiquiátrico;

– Ferimento causado por arma de fogo ou arma branca;

– Trabalho de parto com risco de morte para a mãe ou para o bebê.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*