Sedu abre 916 vagas para cursos técnicos

0
57

Mais oportunidades na educação profissionalizante. A Secretaria de Estado da Educação (Sedu) divulgou, nesta terça-feira (05), a abertura de 916 vagas de educação profissional técnica de nível médio nas escolas estaduais. São oito diferentes cursos que serão ofertados em 10 municípios do Estado neste segundo semestre de 2018.

A novidade desse ano é o curso técnico em Florestas, que será oportunizado, em parceria com a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), no município de Jerônimo Monteiro. Esse é um curso inédito no Estado.

“O Governo já vem fazendo um importante trabalho com o projeto reflorestar, que incentiva produtores rurais a plantarem árvores. Com o curso técnico em Florestas, novas oportunidades também serão abertas aos jovens do Sul do Estado para proporcionarem o aumento da renda nas propriedades rurais, com elaboração projetos florestais, identificação e aplicação de métodos de conservação e preservação, além da incorporação de novas tecnologias de produção”, destacou o secretário de Estado da Educação, Haroldo Rocha.

As vagas serão ofertadas em escolas da rede pública estadual, em 10 municípios do Estado: Cachoeiro de Itapemirim (Técnico em Administração), Cariacica (Técnico em Recursos Humanos, Administração e Logística), Colatina (Técnico em Informática, Recursos Humanos, Tradução e Interpretação de Libras e Manutenção e Suporte), Conceição da Barra (Técnico em Administração), Conceição do Castelo (Técnico em Administração), Guarapari (Técnico em Administração, Recursos Humanos e Transações Imobiliárias), Jerônimo Monteiro (Técnico em Florestas), Santa Teresa (Técnico em Administração), Serra (Técnico em Administração), Vila Velha (Técnico em Administração e Logística) e Vitória (Técnico em Administração).

Os cursos possuem carga horária de 900 a 1.200 horas. Ou seja, terão duração de um ano e meio a dois anos. Todos os cursos serão ofertados no turno noturno e aulas terão início no dia 23 de julho.

Poderão solicitar vaga, em um dos cursos, os candidatos que tenham concluído o Ensino Médio ou a Educação de Jovens e Adultos de escolas públicas ou privadas; alunos da 3ª série, cursando em 2018, do Ensino Médio Regular, da Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou do Ensino Médio Integrado, desde que assinem termo de compatibilidade de horário no ato da matrícula.

“Essa é uma excelente oportunidade para entrada no mercado de trabalho. O curso técnico fornece empregabilidade e boa remuneração. Cursos técnicos, como estes oportunizados pelo Estado, possuem demandas fortes e fazem a diferença na vida do jovem. É o caminho mais rápido para o mundo do trabalho e não exclui a possibilidade do jovem fazer um curso superior posteriormente”, ressaltou o secretário.

O edital com todas as informações será publicado no Diário Oficial do Estado, nesta quarta-feira (06).

Inscrições

As inscrições serão abertas a partir das 12 horas desta quarta-feira (06) até às 23h59 do dia 12 de junho, e deverão ser realizadas pela internet, por meio do site www.selecaoaluno.es.gov.br. No ato da inscrição, o candidato deverá optar por apenas uma escola, um curso e um turno.

Para efetuar a inscrição é obrigatória a declaração do número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) – não será aceita inscrição com CPF de terceiros.

O processo seletivo será realizado em uma única etapa, que consistirá da análise do histórico escolar do Ensino Médio ou equivalente. Serão consideradas as pontuações do resultado final das disciplinas Língua Portuguesa e Matemática, referente ao ano letivo de 2017, ou ao último ano cursado pelo candidato. As notas informadas no formulário de inscrição são de caráter classificatório e serão processadas pelo sistema informatizado.

A previsão é que o resultado seja divulgado no dia 14 de junho, no site da Sedu www.educacao.es.gov.br, a partir das 12 horas.

Funcionamento das escolas nos jogos do Brasil

Durante a entrevista coletiva, o secretário, Haroldo Rocha, também explicou como será o funcionamento das escolas estaduais durante os jogos do Brasil na Copa do Mundo de Futebol 2018.

A unidade escolar poderá decidir se haverá ou não aulas no turno no qual acontecerá o jogo e também sobre a reposição das aulas. Essa informação foi disponibilizada no parágrafo 9º, da Portaria nº 187-R, que dispõe sobre o Calendário Escolar do ano letivo de 2018.

As escolas que optarem por não haver aulas no turno do jogo, deverão apresentar à Superintendência Regional de Educação a proposta de reposição, cumprindo-se os 205 dias letivos de efetivo trabalho nas escolas da rede estadual.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*