Tribunal de Justiça julga mérito de habeas corpus da operação Jogo Sujo

0
403

A 1ª Câmara Criminal, do Tribunal de Justiça, se reúne no próximo dia 24, uma quarta-feira, para julgar o mérito de habeas corpus dos envolvidos na Operação jogo Sujo, que mantém presos cinco dos supostos envolvidos.

O julgamento tem início previsto para às 14h.

Continuam detidos, um ex-candidato a prefeito, um vereador, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, um ex-vereador e um produtor rural.

Entenda o caso

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Norte), a Polícia Civil e a Polícia Militar deflagraram, no dia 18 de outubro do ano passado, a Operação “Jogo Sujo” nos municípios de Boa Esperança e Aracruz.

O objetivo é apurar crimes de lavagem de dinheiro, estelionato e crime organizado praticados por um grupo que atuava para fraudar empréstimos com o Banco do Brasil.

Os envolvidos são acusados de obter financiamentos rurais, supostamente fraudulentos, com a utilização de laranjas. Apurou-se que o grupo conseguiu levantar grande montante de dinheiro com a suposta fraude.

Foram cumpridos nove mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão em Boa Esperança e Aracruz, além de duas conduções coercitivas.

Atuaram na operação 56 policiais militares do 2º BPM, 19 integrantes do Gaeco e promotores de Justiça.

Na residência de um dos acusados, foram encontrados cerca de R$ 150 mil, duas armas de fogo e várias munições.

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

*