Sedu premia escolas com boas práticas na educação

0
110

Prêmio é realizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Educação.

Sustentabilidade, novas tecnologias, combate a violência contra a mulher, trabalho em equipe. Estes são alguns dos temas que nortearam os 352 projetos inscritos na 10ª edição do Prêmio Sedu Boas Práticas na Educação.
O prêmio é realizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Educação, e teve os projetos vencedores premiados na noite desta quinta-feira, 9, em Vitória.
De acordo com o secretário Estadual de Educação, Haroldo Rocha, o prêmio tem como objetivo estimular as escolas da Rede Estadual de Educação a inovar em práticas pedagógicas tornando as instituições de ensino locais mais interessantes para os alunos.
O Prêmio prevê que os projetos sejam elaborados e executados em um ano. No ano seguinte eles são inscritos para concorrer. A premiação é destinada para a escola e para o professor responsável pelo projeto. Este ano o primeiro lugar concedeu R$ 25 mil para a escola e o segundo lugar R$ 20 mil.
Os professores ganharam um notebook e um projetor multimídia.
“A escola é muito pensada como das disciplinas língua portuguesa, matemática, física. Aqui os projetos não são de uma disciplina. Geralmente são vários professores
que se juntam e colocam os alunos para pesquisar e trabalhar. É a antecipação
do que as escolas serão no futuro.

Trabalhar com projetos, com temas, é o diferencial que as escolas estão construindo”, disse o secretário Haroldo Rocha.
Em sua 10ª edição, o Prêmio Sedu Boas Práticas na Educação, foi dividido por categorias e temas. No tema Utilização de Tecnologias na Sala de Aula saiu vencedor o projeto Casa Automatizada e Autossustentável: O Uso da Energia de Forma Responsável. O projeto foi
desenvolvido pelo professor Edmilson Pereira da escola João XXIII de Barra de São Francisco.
Com o tema Contemporâneos saiu vencedor oprojeto Aprendizagem ao Alcance das Mãos desenvolvido na Escola São Pedro de Vitória pela professora Erika Larissa Pereira.
O tema O Pedagogo no Cotidiano Escolar teve como ganhador o projeto Intervenções Pedagógicas para Aprendizagem e Prevenção à Reincidência da Reprovação desenvolvido pela professora Salete Hespanha da escola Clovis Borges Miguel da Serra. Esta também foi a escola vencedora do tema Coordenador de Turno no Cotidiano
Escolar.

O projeto vencedor foi A Coordenação como Espaço Democrático para a Mediação de Conflitos Através do Diálogo e da Afetividade desenvolvido pela professora Grazieli Barcellos.
O tema Gestão Pedagógica teve como vencedor o projeto Nem Escrava, Nem Rainha, Simplesmente Mulher desenvolvido pela professora Maria da Penha Cimadon da escola Maria Dalva Gama Bernabé de Nova Venécia.
Já o tema Gestão Administrativa foi vencido pelo projeto Novo Jones, Lugar de Gente Feliz da escola Jones José do Nascimento. O projeto foi desenvolvido pela professora Juliana Vianna da Serra.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*