Vereador veneciano contesta acusação de assédio sexual

0
1179

O vereador Mir de Guararema esteve na tarde desta terça-feira, na sede da Rede Notícia para dar sua versão sobre a acusação de que ele teria praticado assédio sexual. “Acredito que tudo isso foi armado por um vereador e por um presidente de Partido. Eles articularam tudo”, declarou o vereador de Nova Venécia.

Segundo ele, se aconteceu o que estão falando, nunca poderia se configurar como assédio sexual. “Esta pessoa que estão falando não é e nem nunca foi minha funcionária. Como posso ser acusado de ter cometido assédio sexual?”, indagou o vereador Mir.

O representante do Legislativo veneciano declarou, ainda, que está tranquilo. “A denúncia fala que tudo aconteceu em 2016 quando eu ainda nem era vereador.” E finalizou, “Ainda não fui notificado. Assim que chegar a notificação, terei mais subsídio para falar sobre assunto e provar minha inocência”, finalizou Mir de Guararema.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*