Devoção que começa na década de 1930

0
216
Igreja do Nosso Senhor do Bonfim
Atual estrutura da igreja do Nosso Senhor do Bonfim

A igreja do Nosso Senhor do Bonfim teve início depois de uma promessa de um pernambucano, que trouxe a imagem da Bahia e construiu a primeira capela da área urbana.

A primeira igreja no perímetro urbano em Nova Venécia a ser construída foi a igreja do Nosso Senhor do Bonfim, em 1932, que teve a capelinha erguida de estuque, e chão
de terra. A pequena estrutura foi erguida onde hoje está instalada da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Maria Rodrigues Leite. De acordo com uma das moradoras mais antigas da região da antiga igreja, dona Ermandina Barcelos Vasconcelos, 87 anos, antes mesmo da construção da pequena estrutura, os moradores dali se reuniam nas casas,
para rezar o terço. Quem já organizava a programação religiosa era dona Dora, esposa do fundador da então capelinha, Guilherme Pereira Lima.

“Era tudo muito simples, mas a fé e a devoção estavam presentes ali. O seu Guilherme trouxe do Nosso Senhor do Bonfim, da Bahia, que ficava instalado na igrejinha. Hoje, ninguém sabe onde foi parar. Eu casei nela”, conta dona Ermandina.

De acordo com a moradora, uma vez por ano, o senhor Guilherme trazia um padre de
São Mateus, para rezar a Missa na casinha de estuque, que cabiam no máximo 30 pessoas. O trajeto era todo feito a cavalo, único meio de transporte daquela época. Um dos padres que vinham realizar a celebração chamava-se Carneiro.

“Mudei para perto da área onde se encontra hoje a escola, aos 7 anos, mas eu já vinha na capelinha com a minha mãe rezar antes disso”, fala dona Ermandina. Notando a necessidade
de uma ampliação, pois o número de frequentadores na igreja aumentava com o passar dos anos, o fundador da igrejinha resolveu construir novo espaço, já de tijolo, com faixada
e capacidade para 100 pessoas. Neste momento, além do terço e as celebrações, o local também começou a dar espaço para quermesse, catecismo e missões.
A irmandade Apostolado da Oração foi fundada ainda por dona Dora.

Já em 1938, com a chegada do Padre Zacarias na região, a Capela Nosso Senhor do Bonfim teve nova obra, passando a ter maior assistência religiosa. Desta vez, a igreja contou com influência das construções baianas, com torre para sino, coro para cantores, altar para imagens e bancos.

» Com cercado de madeira e o Centro Comunitário ao lado, a primeira igreja na Pedreira (Bairro Bonfim) e a quarta em honra a Nosso Senhor do Bonfim, na década de 70
» Com cercado de madeira e o Centro Comunitário ao lado, a primeira igreja na Pedreira (Bairro Bonfim) e a quarta em honra a Nosso Senhor do Bonfim, na década de 70

Nesta época, cerca de 50 famílias moravam nas imediações da capela, é o que relata o historiador Rogério Piva. “Com o passar dos anos, aconteceu a construção da Igreja de São Marcos, surgindo a necessidade da construção de uma escola também. Com isso, em 1967 houve a mudança da unidade para a Pedreira, nome que era chamado o local onde está hoje”, fala Piva.

Na década de 1930

  • Mudança de local

Nesta época, a primeira igreja de Nova Venécia foi transferida para a região
da Pedreira, local onde hoje abriga o bairro Bonfim. O local escolhido para a instalação
da estrutura, pertencia a Ancelmo Mazarim, que era dono de uma serraria, e
doou o terreno para que a arquitetura fosse erguida. A primeira Missa foi celebrada
em 12 de fevereiro de 1967, pelo padre Tomiro Taddei. Nessa época já existia
o grupo Legião de Maria, que celebrava a palavra, sendo composto por dona
Ermandina Barcelos, Menália, Arabela, José Bulian, Maria Pereira da Conceição, Margarida Campos e outros membros do Apostolado da Oração. Muitos moradores
ajudaram a erguer a igreja, sendo alguns deles, Dornelio Fontes, Waldyr Bondrini,
Maria Pureza, Vadico Soares, Arlindo e Antônio Peruchi, família Calimam,

» Centro Comunitário do Bonfim serviu de escola na década de 70
» Centro Comunitário do Bonfim serviu de escola na década de 70

Rita Contarato, Ernesto dos Santos, Penha Mazarim, Ivone Almeida, família Pacanhã, Maria D’Ájuda Silvares Oraldo Tiburtino, Virgínia Lívio e outros. Em 1968, a igreja recebeu nova ampliação, tendo padre Carlos Furbetta na Ordenação, sendo incluídas salas para catequese. Foi também o mesmo padre que levou o Jardim de Infância Lar de Fátima para o bairro. A partir da chegada dos padres Combonianos, foram implantadas as Pastorais, que organizavam encontros de jovens, casais, adolescentes e catequese.

O fundador da igreja

» O fundador da igreja Nosso Senhor do Bonfim, Guilherme Pereira de Lima

Guilherme Pereira de Lima, ao contrário que muitos sabem, não era baiano, apesar da devoção por Nosso Senhor do Bonfim. Ele era de Petrolina, Pernambuco, e chegou a Nova Venécia no final da década de 20, tendo como profissão, exterminador de Formiga, já que a região tinha muitos problemas nos pés de café, com o inseto. O Município era ainda repleto de mata, e o pernambucano se perdeu, não conseguindo encontrar o caminho de volta. Foi então que resolveu invocar pela intercessão de seu Santo de devoção, Nosso Senhor do Bonfim, prometendo trazer a imagem da Bahia e construir uma capela, caso encontrasse o caminho de volta para casa. E foi o que aconteceu. “Foi ele quem iniciou todo este processo da igreja. O senhor Sabino Lima também ajudou nessa empreitada e doou dinheiro para a construção da capelinha”, diz o historiador Rogério Piva. Para homenagear Guilherme Pereira de Lima, a ponte da Avenida Vitória, nas proximidades da Câmara Municipal, tem o nome do fundador da igreja.

A nova e atual igreja

Mais uma vez, em 1981 foi construída a nova e atual igreja, na frente da antiga. O Centro Comunitário ganhou o nome de Padre Carlos Furbetta, formado por salão destinado a reuniões e encontros, nove salas para catequese, dois sanitários, uma cozinha equipada, pátio coberto e local para realização de festas. Já a nova igreja possui estrutura para cerca de 450 pessoas, conta com Capela do Santíssimo, uma sala e área externa com espaço de um lote. Além de ter grupos de Crisma, Eucaristia, Apostolado da Oração, Pastorais do Batismo, Social, Canto, Catequese, Dízimo e Liturgia, a Nosso Senhor do Bonfim conta
com os grupos culturais Folia de Reis, Afro, Sertanejo e outros. A igreja mais antiga de todo Município veneciano é a do Santo Antônio, localizada na área rural, no Córrego da Serra, tendo início em 1898.

 

Compartilhar

Deixe uma resposta

*