Vila Pavão recebe novo carregamento de medicamentos para combater malária

0
74

Um caminhão de inseticida e medicamentos chegou ao município de Vila Pavão na noite de ontem, terça-feira (7). São produtos para serem borrifados nas ruas, nos quintais e dentro das casas nas áreas consideradas de risco. Além disso, chegaram, também, 500 kits de testes para a identificação da malária. Os testes serão realizados por equipes de saúde durante visitas na zona rural.

80 casos no ES

Os casos de malária aumentaram novamente no Espírito Santo. Até o momento, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), há 80 casos confirmados, sendo 62 em Vila Pavão e 18 em Barra de São Francisco. Deste total, uma morte foi registrada.

A suspeita da prefeitura é de que a malária tenha ido para Vila Pavão levada por familiares de pessoas que vivem na região norte do país (Acre, Rondônia, Amazonas), que foram ao município visitar parentes ou os próprios moradores que tenham ido e voltado.

De acordo com a Prefeitura de Vila Pavão, cinco localidades da zona rural são consideradas áreas de risco. Equipes do município, da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa) e do Governo Federal estão monitorando essas comunidades.

Frentes de trabalho

“Nós estamos com quatro frentes principais de trabalho. Uma das principais que estamos desenvolvendo no momento seria o que chamamos de ‘bloqueio’. Temos uma equipe com mais de 15 homens atuando dentro dessas cinco localidades que estão mais afetadas, e que tem essa incidência, onde está sendo feito um trabalho de borrifação de um inseticida, que não é comum, é específico para a questão da malária. Então, essa equipe tem trabalhado incessantemente nesse bloqueio evitando a disseminação dessa epidemia. Outra ação que fazemos é a assistência e o diagnóstico direto aos pacientes que são confirmados. Prestamos toda assistência no sentido medicamentoso”, disse  Wendryo Januth, enfermeiro coordenador geral da rede municipal de saúde de Vila Pavão.

Compartilhar

Deixe uma resposta

*