VOLUNTARIADO

0
631

Empresária, professora de música, voluntária, mãe e avó: esta é a Valcyr Navarro Amorim, 47 anos, que decidiu adicionar um pouco mais de solidariedade em sua vida, e criou dois projetos sociais, que têm função de valorizar crianças, levar cidadania e incrementar valores no dia a dia dos pequenos.
A atitude da paranaense e moradora de Nova Venécia há 25 anos, é um gesto de sabedoria. Preocupada com a formação das crianças venecianas, Valcyr, que administra uma empresa nacional, arranjou tempo em sua agenda e montou o Som da Alma e o Crescendo Com o Tênis, tudo sem nenhum custo para os alunos.
Com 55 alunos alunos, todos de escolas públicas, as duas ações nasceram em julho do ano passado, e investem não somente nas duas vertentes do projeto, como também, influência na vida escolar do aluno, na saúde e familiar. Para ter uma ideia, crianças que precisam de alguns tratamentos médicos, tem também o custeio das consultas, e medicamentos, arcados pela empresária.
“Há cada dois meses eu vou nas escolas deles, para saber o rendimento escolar de cada um. Converso ainda com a família. Anoto tudo que pode ser melhorado. O respeito a Deus e as orações diárias, também são requisitos que ensinamos a cada um deles. É um trabalho completo, queria fazer ainda além, mas por enquanto, esta é a quantidade de crianças que podemos agregar”, fala Valcyr.
Uniformizados, as aulas contam com chamadas, distribuição de lanche e muita cumplicidade entre professores e alunos, que contam com o apoio da Amábile Amorim para o desenvolvimentos das ações.

» Com quatro instrumentos diferentes, 15 crianças aprendem a teoria e a prática na aula de música

Para entrar nos Projetos

Para fazer parte dos projetos, é preciso ser aluno de escola pública; é o primeiro pré-requisito a ser abordado. Depois disso, para permanecer nas iniciativas, o assistido não pode faltar por três vezes consecutivas ao Projeto. Também é necessário ter bom comportamento e satisfatório desenvolvimento escolar. Isso não quer dizer que as crianças selecionadas foram as com maiores notas da escola, pelo contrário.  O que é cobrado, é o início do bom desempenho, a partir do momento em que o aluno frequenta os projetos. Para cadastrar cada assistido nas ações, Valcyr esteve em escolas, requisitando alunos aos profissionais da educação.

» O Coral Infantil já está em atividade, pronto para apresentações na Cidade

_______________________________________________________________

“Acho bonito quando vejo alguém tocando na televisão, quero fazer igual. Estou gostando muito e para mim é divertido estar aqui”
Virgílio Vieira, 9 anos
EMEF Prof. Claudina Barbosa
“Estava na teoria e agora é a vez da parte prática. Aprender música pode me tornar um músico, ou usar isso como lazer”
Erik Vieira Nunes, 13 anos
EMEF Dr. Adalton Santos
“Desde que começou o projeto, eu estou nele. Primeiro aprendi a ler a partitura e com um mês estudando a teoria, iniciei no teclado. Adoro vir para cá. Quando não tinha o projeto em minha vida, eu ficava em casa sem fazer nenhuma atividade”
Letícia Souza Alves, 10 anos
EMEF Escola São Cristóvão
“Meu cunhado toca violino e eu sempre achei incrível. Comecei as aulas em setembro e quero ser músico, eu vou seguir carreira. Não me canso de ver os vídeos na internet. Assistir os grandes violinistas a tocar é emocionante. Sou fã de muitos, inclusive do André Rieu”
Matheus Tritola, 11 anos
EMEF São Cristóvão
“Toco escaleta. Nunca tinha nem ouvido falar desse instrumento. Quando comecei a estudar no projeto, me interessei. Acho que viram que tenho talento e estou gostando muito de tocar”
Welder dos Santos Gonçalves, 11 anos
EMEF São Cristóvão

_______________________________________________________________

Tênis e música para eles

O Som da Alma é um projeto musical, que agrega 15 alunos, sediado em um prédio localizado na rua de trás da Promel, no bairro São Cristóvão.
Com duas aulas por semana, violino, teclado, flauta doce e escaleta são estes os instrumentos ensinados para as crianças, tendo como professora, a própria Valcyr e um dos filhos dela, o Raphael Navarro Amorim, que dá aula de violino.
Para estudar, os alunos contam com cinco instrumentos de cada, sendo eles, escaleta, flauta doce, violino, e três teclados, em uma sala equipada com assentos adequados, lousa, ar condicionado e o mais importante, muito amor e dedicação.
“Os violinos eu precisei comprar nos Estados Unidos, aqui no Brasil não fabrica no tamanho infantil. Os instrumentos ficam na sala de aula, mas a partir do próximo mês, vou começar a adquirir os equipamentos que cada um toca, e vou dar de presente, para que eles possam ensaiar em casa”, fala Valcyr.
A faixa etária dos alunos do projeto é de nove a 11 anos e além das aulas práticas, as teóricas também são aplicadas.
O Som da Alma também inclui os ensinamentos de aulas de canto, já que um Coral também foi implantado na ação.
Já o Crescendo Com o Tênis é sediado no 2° Batalhão de Polícia Militar, apoiado pelo tenente coronel Sebastião Aleixo S. dos Santos, e conta com 40 crianças.
As aulas são realizadas pelo Daniel Siqueira dos Santos, e a Valcyr paga por cada aluno, R$ 70 reais mensal.
A empresária comprou tênis para cada assistido, uniforme, raquete e disponibilizou todos os acessórios necessários para as aulas, como a rede e bolas de tênis. O lanche para todos alunos, também é servido em cada aula, que agrega crianças de 11 a 16 anos.
“Recebi uma estatística do professor e temos alunos que estão tendo maior avanço. Esses nós vamos investir ainda mais”, diz a empresária.

» Uniformizados e com raquetes ideais para suas idades, quarenta alunos fazem parte do projeto de tênis

_______________________________________________________________

Um futuro próximo no exterior

Os dois projetos sociais da Valcyr vão ter um avanço considerável. A empresária está reunindo documentação e na próxima semana, será o primeiro passo para transformar a ação em Organização Não Governamental (ONG), registrada no CAD, o que vai proporcionar aos alunos, novos rumos.
“Quem quiser ser tenista profissional, será. Estamos em contato com uma escola de tênis nos Estados Unidos, e iremos fazer intercâmbio com nossos alunos, que poderão estudar lá. Para isso, já estou efetivando a matrícula de uma aluna no curso de inglês aqui, pois ela está se desenvolvendo bastante no Projeto, e mostrou o interesse de se profissionalizar”, conta.
As ações da Valcyr não param por aí. “A criança que quiser ser músico profissional, também será. Vamos apoiá-lo para entrada na faculdade de música. Já tenho aluno que tenho a certeza, que seguirá este rumo”.

_______________________________________________________________

A empresária

Valcyr Navarro Amorim e o marido, Josildo da Silva Amorim são proprietários de uma empresa nacional, especializada na fabricação de produtos naturais, a Promel, estando localizada no bairro São Cristóvão, em Nova Venécia.
Com formação em curso técnico de música, a empresária vai cursar bacharelado em piano. Mãe de Raphael, José Lucas e Guilherme, Valcyr é avó de João Victor, Heitor, Lucas e Henry.

“Quem quiser ser tenista profissional, será. Estamos em contato com uma escola de tênis nos Estados Unidos, e iremos fazer intercâmbio com nossos alunos, que poderão estudar lá. Para isso, já estou efetivando a matrícula de uma aluna no curso de inglês aqui, pois ela está se desenvolvendo bastante no Projeto, e mostrou o interesse de se profissionalizar”
Valcyr Navarro Amorim, empresária

Deixe uma resposta

*